Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

MARIA DO PELOURINHO

Na boca hiante 
do oceano escuro,
Maria se despencou,
prostituta do Pelourinho
da cidade de Salvador.
Batida pela vida,
objeto dos homens,
de tudo se cansou.
Também foi menina,
mui cheia de graça,
mas filha de ninguém.
Viveu entre moleques,
caftinas e gigolôs...
Tornou-se moça bonita,
com a alma cheia de esperança
e sonhou com um príncipe,
que um dia chegou.
A ele pode dar
todo o seu amor...
Mas, prostituta é coisa
pra um momento de prazer,
e depois de usada,
o príncipe a abandonou...
Maria, menina-moça,
nascida para o Amor,
escorraçada pela vida.
à morte se entregou...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA