Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

O AMOR QUE NÃO ESQUECI



Quem disse que te esqueci,
Ó doce amor do passado,
Se inda esta noite te vi
em meu colo debruçado?...

Quem disse que não te amo,
Ó meu amante querido,
Se pelas noites teu nome clamo
E de tudo mais ando esquecida?...

Foi tão breve o sonho lindo
Que junto a ti eu vivi...
Só por isso não  é findo,
Pois de amor eu me perdi..

Belos dias e madrugadas
Em que os desejos amanheciam
E eu de amor embriagada
Em teus braços apenas sorria...

Quando tua voz ouvi primeiro,
Eu sabia que de amor me perderia,
Pois ela me parecia um salgueiro
Que pela vida me abrigaria...

Porém, os anos em minutos se tornaram
E as alegrias, pouco a pouco, findaram
E eu fiquei a penar sozinha
Sem o doce alento do teu olhar...

Tudo que nasce tem que morrer,
Mas o meu amor essa lei não quis obedecer
E vive eternamente, docemente,
Dentro de meu coração demente!...

2 comentários:

  1. Olá, Lu. Lindo poema! O amor quando é verdadeiro não se esquece. Desejo um bom domingo e semana para vc! Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida: Agradeço a atenção de sua visita e desejo-lhe tudo de bom sempre.
      Bjs.
      Maria Luiza

      Excluir

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA