Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

quarta-feira, 13 de abril de 2016

DESENCANTO


Perdi-me no oceano
de minhas próprias emoções 
sem jamais encontrar um porto
no cais seguro da razão.
Naveguei por mares estranhos
e fui dar a praias desertas
que fizeram crescer minha solidão...
Ameaçada por tempestades,
fustigada pelos ventos,
pela água, pelo sal,
quedei-me, por fim, inerte
nos recessos de meu coração.
E o meu cansaço
e o meu desencanto 
tornaram-se versos
cheios de pranto...
                                                                                                           

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA