Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

quarta-feira, 2 de março de 2016

CADEIAS


Não vês que teus desejos
são cadeias que te prendem
ao chão?
Não vês que teus sonhos
todos hão de dissipar-se
quando a sombra da morte
rondar teu caminho?
Não vês que as traças
hão de roer teus vis tesouros?
E que terás que deixar 
para os vermes
a tua carcaça?
Não vês que o único bem
vive na terra fecunda
de teu coração?
E que cativo
jamais poderás voar
rumo às estrelas?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA