Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

terça-feira, 21 de julho de 2015

POESIA MORTA


Acaso está morta a poesia em mim?...
Acaso está morto meu coração?...
Diante da tristeza e da decepção
Fecharam-se meus olhos?
Meus ouvidos e minha boca?
Morreram em mim
os mais nobres sentimentos?
Calaram-se meus pensamentos?
Não, não pode ser!...
Se morre a poesia, morro eu,
Como folhas secas pelos caminhos...
Como plantas que só dão espinhos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA