Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

sábado, 11 de julho de 2015

MENINA TRISTE


Não me engana, menina, 
Este teu sorriso...
Teus  olhos tristes denunciam
Noites mal-dormidas
Com certa saudade 
Ardendo em teu peito
E um amor doido 
A corroer-te a alma...
Tu não te expões,
Pois, por dentro, 
Tu sangras
E não és mais
Que uma ferida...
Pobre menina triste!
Onde colocaste teus sonhos
E tuas esperanças?
Tu pias com os pássaros,
Dentro da noite,
E a dor te açoita
Num grito que estanca
Em tua garganta
Todo pranto e soluço.
Tu morres ao entardecer,
Mas renasces no amanhecer...
Pobre menina triste!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA