Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

O POEMA DO NADA...


Os dias escorrem vazios
E em mim um repositório
De lembranças,
Saudades, dores e alegrias.
E ainda tem um silêncio
Que palavra alguma explica.
Talvez despalavras,
Desencantos e desilusões
E o Divino no fundo da alma...
Tudo se transformando em poesia
E até do mundo a escória,
O vômito e os destroços frios...

2 comentários:

  1. E ainda tem um silêncio
    -----------
    O silêncio por vezes é confortante.

    Felicidades
    MANUEL

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Manuel, pelo carinho! Fale-me de vc e volte a fazer comentários. Isso me estimula. Tenho pensado muito em acabar com o blog...
      Abraços natalinos,
      Maria Luiza

      Excluir

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA