Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

domingo, 11 de novembro de 2012

TRISTEZA DE NÃO SER POETA


Se eu soubesse fazer poesia,
De amor não morreria,
Pois todas as dores
Em palavras derramaria...
Ah, poeta eu quisera ser
E deslumbrar o mundo
Com este tesouro
Que vive em meu coração...
Nasceria e morreria
A cada alvorecer
E a cada entardecer.
Hoje seria lágrima,
Amanhã somente sorriso...
Seria pássaro, seria flor,
Viajante, peregrina,
Filósofo e professor.
Ah, se poeta Deus me fizera
Este grito não estaria sufocado
Como um espinho
Em minha garganta atravessado...
Quisera fazer poesia
E falar de reinos encantados,
De bosques e calmarias,
Fadas, duendes
E jardins desconhecidos.
Se eu fizesse poesia
Não me lamentaria,
Pois em versos cantaria
A dor desta vida,
Em meu peito cravada...
Mas, como poeta eu não nasci,
Só me resta chorar
E morrer de tanto amar...


Um comentário:

  1. Lu, vc é uma excelente poeta e com muita sensibilidade, mas morrer de amar num é coisa de poeta?
    Bjks doces e boa semana

    ResponderExcluir

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA