Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

segunda-feira, 2 de abril de 2012

JANELA DA SAUDADE...


Debruçada na janela da saudade,
Desfio minhas lembranças:
Infância de ternas alegrias,
Adolescência de amores apaixonados
E sonhos loucos...
Juventude de realizações,
Maturidade de reflexão
E senectude de profunda sabedoria.
Caminho pelas alamedas do passado
E vejo desfilar rostos tão amados...
Alguns já não mais aqui estão,
Outros ainda me abraçam em sua ternura...
Tanto tenho amado a Vida,
Que não me canso de renascer!
Sou como a fênix!
Quero beber todo esse vinho
E com ele embriagar minha alma!
Quero viver até o último instante
Como um ser apaixonado!...

Um comentário:

  1. Minha querida

    Um belo poema de amor e um grito de vida...adorei.

    Deixo um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA