Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

CANTO DA LIBERDADE


Tomai o saltério,
a harpa e o alaúde!
Tocai a trombeta 
e fazei do vento
o vosso mensageiro.
Os obreiros da iniquidade
estão mortos.
A noite de vossa agonia
está finda.
Eis que surge o esperado dia
da Liberdade!
Já não andareis
pelas veredas tristes
da escuridão.
Sois, agora, o Homem
na plenitude de sua Criação.
Os vossos ais e as vossas preces
foram ouvidos.
A sombria chama
apagou-se de vez.
Os andarilhos cansados
chegam, finalmente, ao Cais.
Benditos sejam!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA