Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

A POEIRA DO TEMPO


Tempo que escorre lento,
Dias sem poesia...
Lenta agonia
De um punhal
que me perpassa...
Saudades de um tempo
Em que podia
ouvir teus passos
buscando-me pela casa...
E, aninhada em teus braços,
Sentia-me com asas
A voar pelo infinito...
Hoje, sozinha e triste,
Vejo a vida simplesmente passar
E a mente cansada e dolorida
Buscar no tempo
a tua  doce lembrança...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA