Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

sábado, 24 de maio de 2014

QUINTAIS DE ANTIGAMENTE


No quintal,
a balbúrdia das crianças,
que brincam
em franca alegria.
Das bocas o sumo
das frutas maduras
escorre livre...
No alto das árvores, 
guerreiam 
com os frutos inacabados...
E seus risos límpidos
ecoam pelos ares,
puro êxtase da Vida...
No chão de terra,
os brinquedos mortos
a esperar que seus donos
volvam a eles 
para fazê-los bonitos.
A pouca roupa 
já se confunde
com a cor da terra...
E a voz da mãe
que grita,
chamando ao banho
para o almoço:
pura delícia!
E a boneca,
os carrinhos,
os baldes,
as pás
e até o cachorro
no chão esquecidos...
Mais alto ainda
grita a gula,
na doce espera
da comida 
mais gostosa do mundo!...

Um comentário:

  1. Olá, Lu. Saudades desse tempo tão distante. Carinho e proteção! A comida gostosa, a pureza das crianças, a alegria das coisas simples. Obrigada Lu! Muito carinho e um ótimo domingo. Bjosss!

    ResponderExcluir

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA