Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

quarta-feira, 27 de março de 2013

A MORTE




Minha querida mãezinha

Ela vem sorrateira,
cercando-me como uma sombra...
Sei que tudo é passageiro,
Mas não precisava ser tão doído,
Tirando-me a fonte da vida...
Sangrando sigo minha sina,
Buscando o ritmo e a rima
Entrando na dança do universo,
E sintonizando a música das estrelas.
Hoje me vejo pelo avesso
Pois o tempo travesso
Tem brincado comigo...
E ela devagar se aproxima,
Colocando-me em lenta agonia
A assistir impotente
Sua missão fria de levar-me tudo
Obrigando-me a reinventar a vida
Para não sucumbir como simples vivente...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA