Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

ESPERA DE AMOR





Quando a madrugada se anuncia,
Bem baixinho,
Teu nome eu pronuncio,
Com a esperança de que tua alma
Sondando a minha,
Também amanheça
Como a Estrela-Guia.
Esse amor que trago no peito,
Como um espinho,
Grita tão alto,
Mesmo quando te falo num cicio
É ele que me faz levantar,
Viver e esperar,
Como a Penélope de modernos tempos...
E, na janela, contemplando o belo dia,
Mando-te através do vento
Beijos, sussurros e gemidos...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA