Seguidores

ESPALHO POEMAS EM SEU CAMINHO COMO FLORES PARA OFERECER-LHE MAIS BELEZA

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

SOLIDÃO




Ventos,
areia,
deserto
Na solidão doída...
Noites sem lua,
Céu sem estrelas..
Um'alma ferida
Vaga pela triste rua...
Longamente 
tenho esperado por ti.
Mas, agora, que a vida declina,
Compreendo que esta é minha sina:
Buscar-te sempre
sem ter noção
De onde estás...

Um comentário:

  1. Enquanto há vida, há esperança de se encontrar o que se procura.
    beijokas doces e bom fim de semana.

    ResponderExcluir

MEU LIVRO DE POESIA

MEU LIVRO DE POESIA
MEU LIVRO DE POESIA